Categorias: Saúde

Hábitos que podem contribuir para o crescimento da expectativa de vida

O crescimento da expectativa de vida é estudado constantemente por muitos pesquisadores ao redor do mundo.

Além de entender os possíveis fatores para aumentar a longevidade, também são pesquisadas ações que podem melhorar a qualidade de vida neste tempo maior de existência.

Diversos estudos já mostraram que adotar alguns hábitos na rotina pode ser benéficos tanto para melhorar a qualidade de vida como para aumentar a sua expectativa.

Acompanhe este conteúdo para conhecer algumas das pesquisas feitas sobre o tema e quais hábitos podem ser adotados em nosso dia a dia para uma vida melhor e mais longa.

Estudos sobre o crescimento da expectativa de vida

Para elencar quais são as formas de estender os anos de vida é preciso uma série de estudos. Essas pesquisas costumam ser longas e têm como objetivo principal trazer medidas para que todos possam ter uma vida melhor e consequentemente mais duradoura. Vamos apresentar algumas dessas pesquisas para você.

A World Health Statistics 2019 feita pela ONU ao redor do mundo e buscou medir diversos dados sobre a saúde. Aqui no Brasil, seus dados em relação à expectativa de vida mostraram uma evolução no período analisado. De acordo com o estudo, de 2000 a 2016 a população brasileira passou de uma expectativa de 69,9 anos para 75,1 anos.

Já nos Estados Unidos, pesquisadores da Universidade de Harvard avaliaram mais de 100 mil voluntários com históricos médicos de pelo menos 34 anos. Ao captar todas essas informações e analisar, os cientistas identificaram alguns comportamentos que poderiam prolongar a vida em mais de uma década.

Neste estudo, foram listados 5 hábitos que podem fazer a diferença na longevidade. Ao longo do conteúdo iremos trazer alguns deles.

Uma pesquisa publicada na revista científica Lancet teve a duração de 23 anos e foi feita em 188 países. Entre os dados apresentados, revelou que enquanto a expectativa de vida teve um aumento de 6 anos, a qualidade de vida entrou em declínio.

A partir dos dados coletados, surgiu o questionamento o porquê dessa situação em meio a tantos avanços nas áreas de saúde e modernidades na sociedade de maneira geral.

Para entender um pouco melhor as razões disso foram analisados os países com os melhores índices de qualidade de vida e observou-se que nesses locais alguns hábitos de vida eram comuns e poderiam contribuir para o aumento da longevidade.

Confira a seguir um compilado dos principais hábitos citados pelas pesquisas.

Hábitos que podem contribuir no aumento da longevidade

É importante ressaltar que não existe uma receita pronta para ser seguida à risca para se viver mais. Porém, toda mudança para melhorar a qualidade de vida já é muito bem-vinda em qualquer período da nossa existência.

Ter uma maior qualidade de vida pode render diversos benefícios para a saúde, a produtividade no trabalho e para o humor.

Um dos hábitos mais importantes nesse sentido é consumir uma boa variedade de alimentos que forneçam todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo.

Nada de dietas com grandes restrições alimentares, apenas sob recomendação médica, é claro, mas evitar o excesso de alguns alimentos, principalmente gorduras, é fundamental.

Essa medida também visa ao controle do peso, o que é um hábito também necessário ao longo da vida.

A prática de exercícios físicos regulares aliada a uma boa alimentação pode trazer benefícios ainda maiores e que também impactam na expectativa de vida.

Evitar alguns hábitos também pode ser interessante para o aumento da longevidade. Entre os principais estão o excesso no consumo de bebidas alcoólicas e o tabagismo.

São ações que parecem simples, e realmente são. É claro que perder vícios, por exemplo, nem sempre é fácil, por isso tudo deve ser feito com calma e dando um passo de cada vez.

Dessa forma, certamente é possível adotar como hábito ações que possam contribuir com o aumento da expectativa de vida

Alimentação e o aumento da expectativa de vida

Como já comentamos, a alimentação é uma das principais formas de manter a saúde em dia e consequentemente ter uma expectativa de vida mais alta.

Esse cuidado especial com as refeições precisa ser diária e se possível desde o início da vida. Porém, isso não quer dizer que já é tarde para começar uma mudança na alimentação, especialmente se a pessoa já tiver algum tipo de doença.

A mudança “forçada” nos hábitos alimentares pode não só contribuir no tratamento, mas inclusive com esse aumento na longevidade.

No caso de pacientes hospitalares, a mudança pode começar com o apoio das refeições fornecidas nos hospitais.

Com o apoio da Risotolândia Saúde, o paciente irá receber uma refeição que vá de acordo com suas restrições e necessidades. A partir do contato  com estes novos alimentos, novos hábitos vão surgindo. Desta forma, quando ele for para casa já irá saber como deve se alimentar a partir de agora.

Neste sentido também, as mamães podem aprender nos primeiros dias de vida dos filhos alternativas ao leite materno e, claro, como elas também devem se alimentar para que o organismo possua os nutrientes necessários.

Além disso, é claro que o apoio nutricional também é sempre importante para manter as refeições ricas nos componentes necessários para uma vida melhor.
Leiam também:  Como dietas hospitalares podem ajudar pacientes pré-diabéticos

Risotolândia

Posts Recentes

Conheça 6 alimentos que ajudam no combate à depressão

O combate à depressão pode ser feito de diversas formas e sempre com acompanhamento médico.…

3 dias atrás

Entenda a diferença entre trabalho remoto e home office

Trabalho remoto, home office, modelos híbridos de trabalho e vários outros nomes têm sido presença…

3 dias atrás

Conheça a dieta do cérebro e porque ela deve ser trabalhada desde a infância

Dieta do cérebro. Pode até soar um pouco estranho, não é mesmo? Mas este é…

2 semanas atrás

5 dicas de livros para gestores de RH

Bons gestores de RH precisam estar atentos às mudanças e novidades no mercado, que ano…

2 semanas atrás

Veja como os alimentos podem ajudar no tratamento de doenças autoimunes

A alimentação possui um papel de grande importância no tratamento de doenças autoimunes. O diagnóstico…

2 semanas atrás

3 formas de otimizar os custos da sua empresa

Encontrar formas de otimizar os custos é um assunto que sempre tem relevância dentro das…

2 semanas atrás