O que evitar na alimentação infantil

Na alimentação infantil é preciso levar em consideração que os alimentos que compõem as refeições diárias terão um impacto direto no desenvolvimento das crianças.

Consumir e evitar alguns alimentos pode fazer toda a diferença para uma vida mais saudável, duradoura e principalmente prevenir contra doenças crônicas.

Sabemos que muitas vezes não é uma tarefa fácil criar um cardápio variado, que possua todas os nutrientes e que agrade totalmente as crianças.

Por isso, é importante trabalhar com elas desde cedo a importância do que comemos e aos poucos ir inserindo alimentos de qualidade no cardápio diário.

Ao mesmo tempo, existem aqueles que precisam ser evitados em busca de uma vida mais saudável e é sobre eles que iremos comentar neste conteúdo, confira.

Cuidados com a alimentação infantil

Além de saber o que evitar é importante que pais, responsáveis e até mesmo as crianças entendam porque é recomendado não consumir certos alimentos e os benefícios que pode ter em decorrência disso.

Em primeiro lugar está a prevenção de doenças. A obesidade infantil tem crescido no país e além de ser um doença que pode prejudicar o desenvolvimento da criança, também pode gerar outras complicações para o futuro como a diabetes e a hipertensão.

Além disso, refeições ruins podem comprometer o funcionamento do corpo e do cérebro, ocasionando queda no desempenho escolar, dificuldades de aprendizagem, falta de energia e mau humor, por exemplo.

Citamos apenas alguns problemas, mas se você perceber eles já causaram impactos físicos, sociais, comportamentais e psicológicos, o que não é pouco.

Em contrapartida, refeições de qualidade podem ocasionar justamente o contrário desses problemas. É claro que explicar para uma criança pode não surtir efeito algum, por isso é importante trabalhar essa conscientização de maneira lúdica e em vários momentos da infância.

É importante que os cuidados já comecem no período de amamentação, depois continuem dentro da primeira infância e assim por diante, para que quando ele chegue na adolescência e juventude já possua hábitos mais saudáveis de alimentação.

 Alimentos que devem ser evitados na infância

Além de evitar certos alimentos, é preciso também ter cuidado com a forma como é tratada a alimentação infantil.

É muito comum vermos a alimentação como “prêmio” por bom comportamento, por exemplo. Ou então, forçar a criança a consumir frutas e legumes que ela não gosta.

Mais importante do que qualquer outra coisa é que a criança goste do que ela está consumindo. Os benefícios de consumir aqui precisam vir como consequência e não podem ser vistos como uma obrigação.

Por isso, é preciso ter cuidado na forma como é oferecida a alimentação, variar os cardápios para entender os gostos da criança e tentar receitas diferentes, por exemplo.

Mas e o que precisa ser evitado? No topo desta lista estão os alimentos ricos em açúcar, como refrigerantes, balas, chicletes, e chocolates.

Além deles, os fast foods, frituras, alimentos gordurosos e embutidos, como salsichas, também precisam ser evitados.

A principal razão para não ingerir esses alimentos é a baixa presença de nutrientes que fazem bem ao corpo e o excesso de alguns que podem fazer mal ao desenvolvimento.

Evitar o consumo deles sem dúvidas pode proporcionar uma vida mais saudável, livre de doenças, melhor desempenho escolar e desenvolvimento físico e mental.

Papel da escola para melhorar a alimentação na infância

A alimentação infantil depende muito dos hábitos dos pais ou responsáveis. É importante que esse cuidado com as refeições já parta deles, assim a tendência é que a criança seja apresentada a alimentos mais nutritivos.

Porém, eles não os únicos que podem contribuir na melhora da alimentação. A escola também tem um papel bem importante neste cenário.

Primeiro ao oferecer opções saudáveis de alimentos em suas cantinas e restaurantes. E segundo trabalhando a educação alimentar, já que tem nas mãos a oportunidade de tornar essa conscientização mais lúdica e divertida para os pequenos.

Para ajudar neste trabalho, você pode contar com o apoio da Risotolândia Refeições Escolares. Além de oferecer refeições nutritivas e de qualidade para os alunos, a empresa também desenvolve projetos dedicados a promover uma alimentação saudável.

Clique aqui e conheça o que já tem sido realizado.

Este trabalho em conjunto de escolas, restaurantes escolares, pais e responsáveis sem dúvidas pode contribuir para um melhor desenvolvimento das crianças e também na melhora na qualidade de vida deles.

Quer saber mais sobre como é desenvolvido este trabalho sobre alimentação nas escolas? Acesse o site da Risotolândia e confira.

Compartilhar