Alimentação e inteligência emocional: como as refeições diárias podem impactar na qualidade de vida?

Cuidados com a higienização dos alimentos na pandemia do coronavírus

A higienização dos alimentos é uma prática que sempre merece a atenção de todos e principalmente nos ambientes de instituições que trabalham com a saúde. Neste momento de pandemia, as discussões sobre higiene em geral ganharam mais força e claro que também chegaram até a cozinha.

Os cuidados para evitar a contaminação são fundamentais e não custa nada tomar algumas atitudes com bastante atenção para se prevenir.

Além disso, para quem está em busca de se alimentar bem para auxiliar no processo de recuperação é preciso se sentir seguro sobre os alimentos oferecidos. Ninguém quer ser contaminado por uma outra doenças enquanto se recupera de uma.

Confira o conteúdo de hoje para entender um pouco melhor sobre a higienização dos alimentos neste momento e também como ela pode ser feita.

É preciso ter mais cuidado do que nunca com a higienização dos alimentos

No momento atual todos têm redobrado os cuidados com uma série de medidas de prevenção. Quando se trata de alimentos essa situação não é diferente e até mesmo precisa de um cuidado ainda maior.

Há alguns dias, o Centro de Pesquisa em Alimentos (Food Research Center — FoRC) da Universidade de São Paulo, divulgou um conteúdo que elenca algumas medidas importantes com os alimentos neste período. Esses cuidados são tanto para o armazenamento, quanto para o preparo.  

Um dos principais vai de encontro com uma ação que já se tornou cada vez mais comum que é a higienização das mãos. A recomendação é usar bastante água e sabão para realizar a limpeza.

Os locais onde serão armazenados e preparados os alimentos também precisam ser devidamente higienizados antes e após o uso. Nessa medida vale a pena ressaltar que são considerados os utensílios utilizados, espaços e locais de armazenamento.

Ainda sobre a higienização, as embalagens de alimentos também precisam passar por esse mesmo processo de limpeza e depois de serem utilizadas descartadas corretamente.

Para os alimentos consumidos crus, é recomendado que sejam lavados com água, depois deixados em uma solução de água sanitária e água por cerca de 10 a 20 minutos. Após esse processo é preciso lavá-los em água corrente novamente.

Aqueles alimentos que são preparados assados, fritos ou cozidos naturalmente já passam por um processo de desinfecção, já que o calor é capaz de matar o vírus.

Todas são medidas bastante simples, mas que podem salvar vidas em instituições de saúde, empresas e dentro de casa.

É importante conhecer a procedência, quem preparou a refeição, se existe comprometimento com as normas de segurança alimentar e da qualidade do que será consumido.

Para saber mais sobre como ter serviços alimentares de qualidade para instituições de saúde acesse o nosso site.

VOLTAR
Fique atualizado.
Receba as publicações do Blog Risotolândia diariamente na sua caixa de mensagens.