Home office: desafios para a motivação da equipe

O home office é uma forma de trabalho que vem ganhando força nos últimos anos e principalmente em 2020, devido à pandemia do coronavírus, quando ganhou destaque nas empresas.

Este “novo” jeito de trabalhar foi uma das formas encontradas para manter o isolamento social e que permitiu que uma série de empresas possam continuar suas atividades diárias.

No conteúdo de hoje vamos contextualizar um pouco mais o home office, seus objetivos, benefícios, prejuízos e principalmente sobre como motivar uma equipe que trabalha dessa forma.

O que é o home office?

O home office é uma forma de trabalho na qual os profissionais trabalham em casa ao invés de irem até a empresa para desempenhar suas atividades diárias.

Esse modelo de trabalho não é nenhuma grande novidade, pelo menos é isso que os dados divulgados pelo IBGE em 2019 mostram, já que apontaram que 3,8 milhões de brasileiros já desempenhavam suas atividades profissionais dessa maneira até os últimos anos.

Trabalhar em casa é algo que tem se tornado cada vez mais comum, principalmente por conta do apoio tecnológico. Hoje em dia já vemos casos em que o profissional nem mora na mesma cidade que a empresa atua.

Independente de qual for a situação, é preciso analisar se o trabalho pode ser feito dessa forma e a empresa também precisa oferecer as condições para que as atividades possam ser executadas normalmente.

À primeira vista parece um sonho poder trabalhar em casa, economizando dinheiro no deslocamento, evitando estresse no trânsito, com uma rotina mais flexível, entre outras vantagens.

Porém, na prática não é tão simples assim e é preciso bastante cuidado para adotar esse método em uma organização.

Se adaptando ao trabalho em casa

Como já falamos, o trabalho home office não se aplica a todos os tipos de serviço, mas pode ser muito útil para manter a empresa funcionando neste período de isolamento social.

Além disso, experiências positivas nesta fase podem se transformar em novidades na rotina dos colaboradores. Algumas organizações já possuem o home office como política e funcionam sem nenhum problema.

Mais uma vez é importante ressaltar que cada caso é um caso e cabe aos gestores avaliarem a possibilidade.

A questão de infraestrutura é um ponto bem importante a ser avaliado, já que um computador e uma internet de qualidade são itens básicos para o sucesso do home office.

Além disso, nesse modelo de trabalho não se vive apenas de mordomias e benefícios, já que trabalhar em casa pode ser bem mais difícil do que parece e vamos listar alguns dos problemas.

Organização

Para esse modelo funcionar, a organização é essencial. Se o profissional não for organizado com o seu espaço de trabalho e a rotina que terá ao longo do dia e da semana, o rendimento certamente pode ter uma queda.

Em casa, formular uma rotina é bem mais difícil já que tudo sempre parece estar ao alcance das mãos. Se eu começo a trabalhar às 9 horas, o que me impede de acordar 5 minutos antes já que é só levantar e ligar o computador?

Na verdade nada, porém com certeza o desempenho não será o mesmo de alguém que acordou com antecedência, tomou um banho, trocou de roupa e fez um bom um café da manhã para começar a trabalhar.

São pequenos aspectos como esse na rotina que podem influenciar negativamente ou positivamente no trabalho em casa.

Distrações

Em um ambiente comum de trabalho temos uma equipe que está trabalhando junta focada na entrega de suas atividades e dos resultados esperados, certo?

Esse é um espaço todo voltado para que os funcionários estejam concentrados em suas funções e serviços no geral.

Em casa as distrações estão por todo lado, seja em uma maior liberdade para usar o celular, ligar a TV, ir até a cozinha preparar algo para comer sempre que quiser, dar atenção aos filhos em casa, animais de estimação e até a cama ali ao lado, se o computador fica no quarto.

É preciso ter bastante autocontrole para se manter focado nas atividades e os profissionais que não possuírem essa habilidade podem ter uma queda no rendimento.

Falta de contato com outras pessoas

Principalmente nesta fase de pandemia esse é um problema que pode afetar bastante o desempenho.

Quem já é adepto do home office sabe que não terá tanto contato com colegas de trabalho. Mas para quem via seus colegas todos os dias a situação não é a mesma.

As relações no ambiente de trabalho podem potencializar o desempenho de uma equipe, claro, se esse relacionamento for bom.

Conversas ao longo do dia, almoçar juntos, uma pausa durante a tarde podem contribuir para que as atividades sejam realizadas com um clima mais leve e menos estressante.

Já em casa sozinho, o estresse pode acabar crescendo pela rotina ter se tornado mais pesada. Outro aspecto que não podemos deixar de considerar é que na pandemia naturalmente todos também sentem um pouco mais, pois é preciso lidar com instabilidades em sistemas, conexões e uma série de outros fatores.

Em muitos desses casos, um espaço físico organizacional e esse contato entre os profissionais já seria capaz de amenizar a situação, uma pausa para descontração e voltar ao trabalho mais tranquilo.

O contato pode sim ser feito online, mas certamente não funciona como chamar o colega que está ao lado.

Empresas precisam trabalhar a motivação da equipe

Nos últimos tópicos listamos alguns dos problemas comuns que surgem no home office e que também têm sido enfrentados neste momento em que precisamos conviver com o Covid-19.

Não somente agora, mas as empresas que já trabalham com o home office ou desejam implementá-lo precisam ter em mente que é preciso um acompanhamento bem próximo e suporte aos colaboradores.

O trabalho em casa depende muito do funcionário, mas com conselhos, dicas e ajuda dos gestores é possível ter um ótimo desempenho.

Organizar reuniões diárias com a equipe é uma medida muito interessante. Assim, todos podem continuar com suas tarefas alinhadas e mantendo o contato.

Trabalhar o lado emocional também é bem importante para que o colaborador atinja os resultados esperados.

Criar estratégias de gamificação para treinamentos online e atingimento de metas é uma outra forma de motivar a equipe e tornar essa nova relação de trabalho mais leve.

Promover feedbacks constantes em relação ao desempenho é algo muito interessante a ser feito, pois assim o colaborador terá uma visão mais clara de como está seu desempenho nesse momento.

Para estimulá-los no trabalho em casa é bem bacana também compartilhar conteúdos sobre organização, dicas de relaxamento e alimentação para aumentar a produtividade.

Quer mais dicas sobre motivação para a equipe? Baixe agora nossa ebook para conhecer algumas formas e tente adaptá-las ao momento atual.

Compartilhar