Alimentação e inteligência emocional: como as refeições diárias podem impactar na qualidade de vida?

Alimentação para pacientes com doenças hepáticas

As doenças hepáticas são as que atacam o fígado, órgão responsável por uma série de funções no sistema digestivo.

Entre os principais cuidados para os pacientes com esse tipo de enfermidade estão as dietas com pouca gordura, alto consumo de água, e baixa ou nenhuma ingestão de bebidas alcoólicas e de alimentos com muito sal ou açúcar. 

No conteúdo de hoje vamos apresentar alguns alimentos que podem contribuir para as doenças no fígado e também os que podem melhorar a saúde do paciente como um todo. 

Alimentos para compor a dieta de pacientes com doenças no fígado

Consumo de água

Como já comentamos na introdução, o açúcar é um dos grandes vilões para os pacientes que possuem doenças desse tipo. Geralmente está presente em grande parte das bebidas industrializadas, então a água já aparece como uma alternativa nesse sentido.

Além disso, manter o corpo hidratado faz bem para todo o organismo. O ideal é que seja feito o consumo de cerca de 2 litros por dia.

Outro benefício é a melhora no funcionamento dos rins, o que consequentemente fará com que o corpo elimine as impurezas com maior frequência.

Como essas enfermidades prejudicam o sistema digestivo, a água também pode ser um estimulante para esse sistema funcionar melhor.

Cenoura

Este alimento possui uma série de nutrientes que podem contribuir para o funcionamento do fígado. Entre eles estão a vitamina A, B, C e o cálcio. Além disso, a cenoura é rica em fibra, o que também contribui nos processos de digestão.

Outro ponto positivo é que esse alimento pode ser consumido de várias formas, diferenciando o cardápio do paciente e mudando um pouco os sabores de outras receitas.

Abacate

O abacate não é um alimento tão popular, mas possui inúmeros benefícios para a saúde e deveria marcar presença no cardápio de todos nós.

Ele é rico na chamada “gordura boa”, que ajuda principalmente a controlar o colesterol. Além disso, outro aspecto importante é que ele auxilia o fígado a produzir glutationa, um antioxidante que ajuda na limpeza do organismo.

A melhor forma para consumi-lo é in natura. Mas ele também pode fazer parte de diversas receitas e ingerido como suco ou vitamina.

Sempre é muito importante levar a alimentação a sério nos tratamentos médicos, pois tem um papel decisivo na recuperação.

Esses são apenas alguns exemplo de alimentos, mas também existem muitos outros que podem ajudar os pacientes com doenças hepáticas.

Os cuidados de um nutricionista e um cardápio variado sem dúvidas podem trazer uma grande melhora para o caso e ainda favorecer a saúde de maneira geral.

Acesse nosso blog e confira outros conteúdos sobre alimentação hospitalar e saúde.

VOLTAR
Fique atualizado.
Receba as publicações do Blog Risotolândia diariamente na sua caixa de mensagens.